linha de produtos

uma história

de sucesso

A história deste grupo empresarial confunde-se com a história de vida de seu fundador e atual diretor presidente Josemo Corrêa de Mello, pela sua perseverança, carisma, liderança e espírito empreendedor, manifestados desde a infância.

Nascido em um dia de chuva num abrigo de carroça, na década de 40, Josemo residiu num terreno de propriedade de seus avós, com seus pais: sr. Balthazar e D. Amélia. Em dezembro de 1947, foi vendida uma parte da chácara, herdada por D. Amélia, para comprar um pequeno sítio em Santo Antônio de Vista Alegre, distrito de Sapucaia (RJ), onde existiam dois barracos e uma venda de secos e molhados que, em 1948, foi transferida para a família.

Durante três meses, D. Amélia com seus quatro filhos: Josemo, José Paulino, Maria Luiza e Maria Célia, ficaram instalados em um dos barracos de pau-a-pique, fogão a lenha e piso de barro. Sr. Balthazar permaneceu em Cuiabá, trabalhando como barbeiro. Todos dormiam no mesmo cômodo, em esteira forrada com espiga e palha de milho. Às 4h, Josemo era acordado por seu primo mais velho, Jovino, que residia nas proximidades e trabalhava com Sr. Balthazar. Com apenas oito anos, o menino ajudava o primo a tocar o boi no engenho. Às 6h, D. Amélia fazia um mingau de fubá com dente de alho e torresmo: uma delícia! Às 10h, era servido o almoço e, às 13h, encerrava-se a moagem.

Até 1952, o armazém foi dirigido pelo Sr. Balthazar, D. Amélia e seus filhos, Josemo e Maria Luíza. Neste ano, Josemo sofreu um sério acidente, após queda de cavalo e imprensou a perna esquerda contra uma rocha, sofrendo graves lesões. Sem recursos disponíveis para um tratamento adequado, Josemo ficou três meses em casa, sem assistência médica, apesar de ter fraturado a perna, sendo cuidado por farmacêutico da região e com remédios caseiros.

Com muito esforço, Sr Balthazar conseguiu internar o filho no Hospital Torres Homem, no Rio de Janeiro, no dia 09 de maio de 1952. No dia 31 do mesmo mês, Josemo foi operado no Hospital Anchieta, retornando ao Hospital Torres Homem onde ficou oito meses internado, em tratamento, com tuberculose nos ossos e no pulmão, sequelas da queda e do longo período sem assistência. Após recuperar-se da tuberculose, ainda engessado, Josemo ficou mais um ano internado, agora retornando ao Hospital Anchieta, totalizando um período de um ano e oito meses imobilizado na cama, engessado dos pés ao tórax. Passava as horas olhando para o teto e pensando no dia em que deixaria o hospital para vencer na vida.

No dia 25 de dezembro de 1953, Josemo deixa o hospital e retorna para Santo Antônio da Vista Alegre, encontrando sua irmã Maria Luíza, casada e já afastada do armazém. Meses depois, Josemo assume os negócios e, com apenas 15 anos, fala com o pai que quer retornar a Cuiabá, lugar de melhores oportunidades, afirmando que somente morreria pobre, se morresse de acidente e não tivesse tempo de trabalhar. Sr. Balthazar, preocupado, achava a decisão equivocada, dizendo “Josemo aqui é melhor, não tem fiscal”. Josemo respondia imediatamente: “Tudo bem papai, mas também não tem cliente.”

Com muita coragem e disposição, Josemo partiu para Cuiabá onde instalou um pequeno armazém. E num período de oito a nove anos, com apoio de seu pai e ajuda de seu irmão José Paulino e sua irmã Maria Célia, Josemo conquistou a simpatia e a preferência dos consumidores da região.

Até completar 21 anos, Josemo trabalhou com o pai e, já comprovando seu tino comercial, comprava e vendia pequenos objetos, realizando bons negócios. Com esta economia, no dia 1º de abril de 1962, ao lado do cunhado, montou um armazém em Três Rios, denominado Armazém São Sebastião, à Rua Sete de Setembro. Josemo permaneceu em Cuiabá e o armazém de Três Rios era dirigido por sua irmã Maria Luiza e seu esposo, com ajuda do primo Odaris. Após cinco meses, não obtendo os resultados esperados em Três Rios, a sociedade foi desfeita e Josemo pediu ao pai que assumisse este armazém para que ele pudesse ajustar a casa em Cuiabá.

Em 1963, Josemo passa a administração do armazém de Cuiabá para sua irmã Maria Célia, deixando um livro de vendas no fiado, chamado necrotério (livro morto), pedindo para que ela não vendesse para esses elementos, fato que não aconteceu. Josemo teve que fechar o armazém de Cuiabá, que dava lucro em suas mãos, e com lágrimas nos olhos, transferir-se definitivamente para Três Rios. Neste intervalo, Sr. Balthazar já havia trocado o nome do Armazém de São Sebastião para Santo Antônio, santo de sua devoção.

Argumentando com o pai que negócios e religião não se misturam, resolveu alterar o nome da empresa. Em 1965, transferiu o Armazém Santo Antônio para a Rua Quartoze de Dezembro e instalou no lugar a Cerealista Brasil Ltda. Atualmente neste endereço, funciona o Hipermercado Bramil de Três Rios. Nesta época, contou com o apoio de seus irmãos, José Paulino, Maria Célia e Jurandir (que residia ainda em Cuiabá com a mãe, vinha nos finais de semana para ajudar) e o primo Odaris.

Em 13 de maio de 1969, Dia de Nossa Senhora de Fátima, Josemo deixa seus irmãos e seu primo administrando a Cerealista Brasil e inaugura a Cereais Bramil Ltda., empresa de comércio atacadista de gêneros alimentícios, à Rua Barão de Entre-Rios, 465, período em que contou com a ajuda do irmão Jurandir, hoje diretor comercial da empresa. Demonstrando estar no caminho certo, dois anos após, inaugurava a primeira filial dos Supermercados Bramil, em Areal.

Em 1973, a Cerealista Brasil foi transferida para a Praça da Autonomia, 61. Neste ano, foi inaugurada mais uma filial dos Supermercados Bramil, desta vez, na cidade de Três Rios, na Praça da Autonomia, 17. Época em que o irmão caçula, Mário Luiz, atual diretor executivo do Grupo, com apenas 12 anos, iniciou suas atividades na empresa, empacotando mercadorias na boca do caixa.

Em 1975, Josemo adquiriu a Indústria de Torrefação de Café Araújo, em São José do Vale do Rio Preto. Atualmente, Café Mil. No mesmo ano, comprou um caminhão Ford 65 azul. A aquisição deste primeiro veículo foi o ponto de partida para a formação da Transportadora Brasimil.

Os anos se passaram, o processo de crescimento foi retomado com abertura de novas filiais de supermercados:em 1977 na Posse, distrito de Petrópolis, e em 78 na cidade mineira de Matias Barbosa. Ainda em 78 comprou a ACB (Abastecedora de Cerais Brasileira Ltda.), em Itaipava. Em 1979 inaugurou a Indústria de Massas Mil, iniciando a linha de produtos com a marca Mil. Também foi incorporada ao patrimônio da empresa, a Serraria Noel, primeira loja de material de construção do grupo, que deu inicio à rede de lojas de materiais de construção, Construmil.

No ano de 1981, a ACB se transformou na filial dos Supermercados Bramil em Itaipava. Em 1985, inaugurou a loja do Bramil de Paraíba do Sul e comprou a primeira indústria do setor da construção civil: a Pedreira São Sebastião, em Três Rios, no bairro Vila Isabel. No ano seguinte, em 86, foi inaugurada a Padaria Três Mil, atualmente funcionando como mais uma filial dos Supermercados Bramil, em horário diferenciado, para melhor atender aos clientes do Bramil.

O ano de 1987 adquiriu a Indústria de Torrefação e Moagem de Café Mil, localizada em Comendador Levy Gasparian. Em 1990, para oferecer mais qualidade e melhores preços para os clientes dos Supermercados Bramil, o Grupo investiu na compra de uma empresa para pré-secagem de feijão e milho, com sede em Irati, no Paraná. Além do beneficiamento, a empresa é responsável pelo empacotamento de outras variedades de grãos nacionais e importados. A Indústria Beneficiadora de Arroz, em Rio Novo, foi criada e incorporada ao grupo em 1992, sendo transferida posteriormente para Levy Gasparian, responsável pelo beneficiamento e empacotamento do Arroz Bramil e outros cereais.

Em 92 também foram inauguradas novas lojas dos Supermercados Bramil em Vassouras e Miguel Pereira.

Em 1º de junho de 1993, foi fundada a Construtora Incorporadora Mil de Três Rios Ltda., que dedica-se à elaboração de estudos e projetos, bem como supervisão e execução das obras de arquitetura e engenharia civil. No mesmo ano, foi inaugurada mais uma loja de material de construção, Construmil, em Três Rios.

Em 1994, na área onde funcionava uma das empresas do Grupo ocorreu um fato surpreendente: ao furar um poço para lavar os caminhões, verificou-se, após análise, que a qualidade da água era compatível com as melhores águas minerais do planeta, por apresentar em sua composição o mineral Lítio, apontado pelos especialistas em Medicina Ortomolecular como a substância que retarda o envelhecimento das células, merecendo destaque na mídia especializada, surgindo assim, a Água Mineral Mil.

Também em 94, foram inauguradas as lojas dos supermercados Bramil em Nova Friburgo, e da Construmil de Paraíba do Sul. Este foi um ano marcado também pela diversificação, com a inauguração da Distribuidora de Pneus Pirelli, Pneus Mil, oferecendo produtos de alta qualidade com tecnologia avançada no alinhamento e balanceamento de pneus.

A filial dos Supermercados Bramil em Barra Mansa foi inaugurada em 1995. Ano em que a loja de Itaipava foi remodelada, tornando-se a primeira loja do Bramil a ser totalmente informatizada.

Em 1997, com objetivo de utilizar a excelente qualidade da água mineral Mil, surgiu a Indústria de Refrigerante Mil. Visando ainda, o melhor aproveitamento da água, no final de 1998, foi inaugurada a Indústria de Sorvetes e Picolé Mil. No mesmo ano em que foi inaugurada mais uma loja da rede Construmil, dessa vez em Petrópolis.

Aproveitando as oportunidades no setor de construção civil no Brasil, o grupo investiu em 1999, na implantação da fábrica de argamassas – Argamil – transformando parte de sua produção de pó de pedra em matéria-prima de qualidade, reduzindo seu impacto ambiental, promovendo inclusive, o reflorestamento de toda a área circundante, além de obras de infraestrutura necessárias para garantir o equilíbrio ambiental.

No ano 2000 foi inaugurada mais uma loja da Rede de Supermercados Bramil em Paraíba do Sul. Em 2003 foi a vez de Valença ganhar uma filial da rede. E, no ano seguinte, mais duas lojas do Bramil foram abertas em Petrópolis e Posse.

Em 2005, o Grupo Mil inaugurou em Santo Antônio de Pádua, uma filial da Argamil. A fábrica de argamassa utiliza como matéria-prima os resíduos finos e aparas, proveniente do corte de rochas decorativas, fato que lhe confere sustentabilidade e responsabilidade socioambiental, sendo denominada Fábrica Verde.

No ano de 2007, foram inauguradas em Três Rios, duas novas lojas dos Supermercados Bramil: uma na Avenida Condessa do Rio Novo e outra no bairro Vila Isabel.

Já em 2008, o Grupo Mil investiu em um novo conceito de loja de material de construção: Construmil Casa & Decoração em Três Rios. A loja possui mais de 2.000m2 de área de venda, um verdadeiro shopping da construção.

Com a necessidade de um transporte rápido e eficaz de diretores e gestores das empresas do grupo, foi adquirido também em 2008, um helicóptero, que além do transporte também é utilizado para publicidade das empresas.

Os anos passam e novas empresas vão surgindo. Em 2010, a Ingredientes Mil Fábrica de Carragena – foi incorporada ao Grupo Empresarial.

O ano de 2011 foi marcado por novos projetos e inaugurações: Foi inaugurada a filial do Supermercado Bramil de Barra do Piraí. Um nova loja da Construmil foi instalada em Nova Friburgo. No setor industrial, surgiram a Pavimil Pavimentação e Aços Mil – central de corte e dobra de aço para construção civil. A Pedreira São Sebastião ganhou novas instalações, onde também são produzidos blocos de cimento estruturais e areia industrial. Novos empreendimentos e projetos estão surgindo. A empresa está sempre acreditando na força do trabalho e investindo no desenvolvimento do Grupo Mil.

No primeiro bimestre de 2012, Josemo investe em outro setor da construção civil e inaugura a Fábrica de Blocos de Concreto Mil. A fábrica de Blocos de Concreto Mil é especializada em blocos estruturais, canaletas e pré-moldados.

Esta jornada de trabalho, dedicação e amor, iluminada com as bênçãos de Deus, constituiu a história de sucesso do Grupo Mil, atualmente com patrimônio humano com mais de 6.200 funcionários. Colaboradores que, como faz questão de destacar seu diretor-presidente, Josemo Corrêa de Mello: “todos compõem uma só família, que aliados ao carinho e à preferência de seus clientes, são os verdadeiros responsáveis pelo sucesso desta empresa”.

galeria

  • Indústrias Mil

Escritório Central: Estrada do Passatempo, nº 102 - Cantagalo - Três Rios (RJ). Cep: 25.805-250. Telefone: (24) 2251-8000